quarta-feira, 18 de abril de 2018

Gabriel um Escoteiro.



Gabriel um Escoteiro.

                        - Chefe passo a relatar um pensamento meu. Eu sei que a distância de nossos grupos escoteiros pode ser distante, mas mesmo assim, o senhor me ensina muitas coisas e fortalece minha chama escoteira. Como um jovem sênior, não posso ensinar algo para um antigo Chefe?

                            Pois é, vi estes dias, quando estava arrumando meu guarda-roupa, minha antiga camiseta de acampamento, ela estava toda gastada, com pequenos rasgos, furos, desbotada e algumas manchas. Adoro essa camisa e fiquei um tanto quanto triste. Afinal como pude ser tão desleixado e deixar isso com minha camisa companheira? - Mas então eu lembrei que aqueles rasgos foram feitos com muitos puxões e lutas saudosas de vários jogos.

                         Aqueles furos foram feitos com muitas quedas, em pedras encontradas nas longas trilhas com meus colegas escoteiros. Aquela cor desbotada foi feita pelo sol em uma tarde na beira de um lago com um momento reflexivo, e aquelas manchas apareceram graças às boas comidas que eu comi em acampamentos.

                        Todos os estragos da camisa e também os motivos deles são muito diferentes, mas o resultado deles são todos os mesmos, todos eles foram feitos em um momento de alegria e diversão com as pessoas que eu gosto, e essa camisa é a prova que eu fui muito feliz com nesses momentos. Agora a tristeza já sumiu, e toda vez que olhar minha camisa, vou lembrar-me desses momentos e ficar muito feliz, e minha chama escoteira irá enriquecer cada vez mais.

                          Bom meu caro chefe, espero que por meio dessa mensagem, possa ter alcançado meu objetivo de que um jovem escoteiro pode mostrar os próprios conhecimentos a um velho chefe de majestosa sabedoria.
 Um grande abraço e um forte aperto de canhota, até o próximo fogo de conselho.

- Tem momentos em que ficamos nostálgicos, pensativos e em outros agradecidos por estarmos em um movimento tão sublime como o escotismo. Enquanto alguns se distraem nas dúvidas, nos caminhos difíceis e nem sempre os escolhidos, aparece um para dizer que o escotismo marcou e deixou no coração um amor incrivelmente Escoteiro. Ao jovem Sênior meu fraterno abraço e que ele siga na trilha escoteira seja participando, ou seja, amando por toda sua vida. 


Nota – Há tempos publiquei este relato feito pelo Escoteiro Gabriel e anotado em meu Imbox do Facebook. Estou fazendo nova postagem, pois muitos não tiveram oportunidade de ler. Não sei mais qual foi o seu destino no escotismo. Espero que esteja escoteirando e fazendo o que um dia estava em seu coração. O seu relato me faz pensar que ainda existe uma esperança no escotismo do Brasil! A você Gabriel meu abraço fraterno. São escoteiros como você que nos fazem pensar que vale a pena continuar a lutar pelo que acreditou BP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário